Home » , , , , , » “Livro das Confissões”, com poesias de Carla Dias, é inspirado em canções do músico Kleber Albuquerque

“Livro das Confissões”, com poesias de Carla Dias, é inspirado em canções do músico Kleber Albuquerque

Por: J. B. Novare Em: 12/01/2018

O lançamento “Livro das Confissões” é a mais nova obra da poeta paulista Carla Dias. O livro, exclusivamente de poesias, é uma publicação da Editora Patuá e será lançado no próximo dia 3 de fevereiro na Patuscada - Livraria, Bar & Café, em São Paulo, capital. As poesias que compõe a obra foram inspiradas em canções do músico e poeta Kleber Albuquerque.

“Livro das Confissões” é o primeiro livro da autora composto somente de poesias. E esse é bem especial, porque remete ao primeiro contato que teve com o gênero. “Foi escutando a música - e apreciando a poesia - de um artista que eu admiro muito que escrevi os poemas que compõem essa obra. Foi há um bom tempo e nos tornamos amigos. Kleber Albuquerque é uma das pessoas que mais admiro, ser humano, artista, músico e poeta”, revela Carla. O livro é dedicado ao artista, que por meio de suas músicas, inspirou a poeta a escrevê-lo.

“Poesia foi meu primeiro contato com o universo literário e eu nem sabia direito do que se tratava. Era menina de tudo e adorava as letras das músicas. Foi por meio delas que me inspirei a escrever poesia, ela que está descaradamente presente na minha prosa”, declara a autora ao publicar o seu primeiro livro no gênero, até então ainda não acontecido.

Carla Dias nasceu em Santo André, estado de São Paulo e me mudou para a capital em 1995. É produtora cultural, escritora e baterista. Trabalha no IBVF - Instituto de Bateria Vera Figueiredo, escola de bateria e percussão e produtora de eventos. Um desses eventos, do qual é diretora de produção, é o “Batuka! Brasil”, festival de música que celebrou 15 edições em 2017. Participou de alguns concursos, começou a escrever contos, ajudou pessoas a escreverem cartas aos seus afetos e ampliou seus horizontes como leitora.

Na época da escola, Carla costumava escrever poemas aos colegas de classe. Era o seu jeito de se conectar às pessoas. Mas não enxergava o que fazia como literatura. “Sempre escrevi poemas. Não sei dizer como começou, mas eu ainda era menina. Escrever para mim sempre foi mais confortável do que falar. Eu me expresso com mais clareza escrevendo, ao menos é no que acredito”, declara a autora.  “Eu gostava de livros, mas a poesia era para mim algo que me ajudava na rotina”, conclui.

Em 1997, Carla Dias decidiu entender de vez se era escritora ou se a escrita continuava a ser somente seu jeito de lidar com a vida e com as pessoas, o que não era pouco. Naquele ano, publicou o seu primeiro livro, “Azul”, uma coletânea de poemas e contos. Desde então, escreve com frequência e teve a boa sorte de ter mais quatro livros publicados, todos em prosa. O seu último livro publicado foi de contos, “O Observador”, em 2016 pela Editora Penalux. “Em fevereiro de 2018 lançarei, finalmente, meu primeiro livro somente com poemas, publicado pela Editora Patuá”, lembra Carla sobre o novo livro.

O livro “Livro das Confissões” está disponível por R$ 38,00 (impresso) no site da editora (https://goo.gl/CPrh86) e os leitores (de qualquer cidade do país) que adquirirem a obra antes do lançamento receberão o exemplar autografado após o evento. O primeiro lançamento será na Patuscada - Livraria, Bar & Café (Rua Luis Murat, 40 - Vila Madalena), em São Paulo/SP, a partir das 17 horas. A entrada será livre estão convidados todas as pessoas que gostam de poesias. Mais informações sobre a autora e suas obras estão no site www.carladias.com.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros