Home » , , , , , , , , , » “A Caçada de Goya”, primeiro livro de Karina Pimenta, será lançado neste sábado em Belo Horizonte (MG)

“A Caçada de Goya”, primeiro livro de Karina Pimenta, será lançado neste sábado em Belo Horizonte (MG)

Por: J. B. Novare Em: 30/03/2017

“A Caçada de Goya” é um livro de ficção e aventura escrito pela brasileira Karinna Pimenta, autora principiante no mercado literário e uma das primeiras a apostar seu trabalho no gênero escolhido. A obra, que precisou de mais de quatro anos para ficar pronta, ganhou publicação recente e estará sendo lançada neste sábado em Belo Horizonte (MG).

O livro é inspirado na história dos Imortais do Himalaia, e o romance envolvente narra a história de Gaia, uma menina que vive no Brasil com sua mãe, até o momento em que vê sua vida se transformar pelo encontro real com Thórum, o leão negro que a persegue em seus sonhos desde pequena.  Na fuga para Vallejabor, cidade dos Goyas, ela descobre que possui o “símbio” de Neuss, um dos três imortais, e com essa descoberta, a missão de salvar uma civilização fundada há quase mil anos. Mas, para isso, ela terá que assumir sua essência, arriscar a própria vida e partir em busca da ajuda que “só ela” acredita existir.

Publicado pela Chiado Editora, a obra possui 373 páginas e será lançado neste sábado, 1º de abril, a partir das 17 horas na Livraria FNAC do BH Shopping, na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais, com a animação da Banda 42. Para um público diversificado, mas em especial ao infanto-juvenil e adulto, o livro está à venda por R$ 29,00 (físico) e R$ 17,00 (digital) pela Cia do E-book, Saraiva, Cultura, Amazon, App Store, Barnes & Noble, Skoob, Chiado Editora, Fnac e Leitura.

O livro “A Caçada de Goya” é o primeiro escrito e publicado por Karinna, e faz parte de uma trilogia a ser concluída por “Áphus” e “O Retorno de Ayelus”, ainda com o título provisório. Também há outro livro pronto, intitulado “O Menino, O Anjo e o Contador do Tempo”, que será publicado por outra editora.

Karina revela que durante a gravidez do segundo filho, sonhos sobre esta história tomavam suas noites. Trechos de conversas, personagens e enredo apresentavam-se de forma desconexa. Como eram sonhos continuados, ela passou a escrevê-los, com a intenção de, um dia, conversar com alguém que pudesse lhe ajudar a interpretá-los. Três meses depois de dar à luz, a vida colocou lhe face a face com a religiosa Graciema Tamanho, que acabara de retornar de uma peregrinação pelo Himalaia, para conhecer os “Imortais”.

“Como eu jamais ouvira falar qualquer coisa a respeito deles, tudo o que ela me contou, num primeiro momento, soou absurdo aos meus ouvidos. Confesso que, se não tivesse escutado da boca dela, duvidaria. Entretanto, minha resistência foi baixando no decorrer da conversa, porque à medida que ela me contava sobre seus costumes (onde viviam, em que acreditavam e as lendas que os circundavam) meus sonhos iam sendo desnovelados. E os lugares, as culturas, os cheiros e enredos, dentro dos quais eu vinha ingressando madrugadas adentro, adquiriram identidades próprias. Não porque as tenha criado, mas porque, em parte, já existiam. Foram-me apenas reveladas. Daí pra frente foi transpiração”, diz Karina sobre a conversa com Graciema Tamanho.

Karinna Pimenta nasceu em 15 de Junho de 1974, na cidade de Brasília (DF). Tornou-se mineira ainda criança, quando se mudou para Curvelo com a família e depois para Belo Horizonte. Formada em Administração de Empresas, possui Especialização em Custos e Finanças e MBA em Marketing. Aos 32 anos deixou a carreira de executiva para dedicar-se à maternidade. Trocou a cidade pela mata, a vida agitada pelo autoconhecimento. Começou a escrever durante as madrugadas, entre fraldas e mamadeiras, e não parou mais. É autora de crônicas, contos e romances. E atualmente mora com o marido e os dois filhos em Nova Lima (MG).

Sobre as pessoas e estudos que contribuíram para a produção da obra “A Caçada de Goya”, Karinna destaca: “Graciema Tamanho, Theresa Penna e Leonard Orr, são as personalidades inspiradoras. Um estudo intenso sobre os Imortais dos Himalaia, especialmente a civilização dos Hunzas, foram outras fontes de inspiração”. Para saber mais sobre a autora e os seus trabalhos, acesso sua página na internet: www.karinnapimenta.com.br.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros

Publicidade/Livraria Parceira