Home » , , , , , , » Jovens jornalistas publicam obra com estudo sobre Alopecia Areata, doença que causa perda de cabelos em seres humanos

Jovens jornalistas publicam obra com estudo sobre Alopecia Areata, doença que causa perda de cabelos em seres humanos

Por: J. B. Novare Em: 07/04/2017

Ambas formadas em jornalismo, Beatriz Santos e Andressa Pedras são duas jovens paulistas que acabaram de publicar o livro “Era Uma Vez Um Cabelo: Alopecia Areata Em Histórias Reais”. Uma obra que aborda e traz um estudo detalhado, apresentando a partir de histórias reais de quinze pessoas, aspectos importantes da convivência com a Alopecia Areata (AA), como o diagnóstico, os tratamentos, o preconceito, a ocorrência em crianças e adolescentes, a necessidade de acompanhamento psicológico e as pesquisas científicas na área.

Para a produção da obra, foram entrevistadas 27 pessoas, entre pacientes, familiares e especialistas. Buscando uma compreensão ampla sobre a Alopecia Areata, uma doença crônica não cicatricial dos folículos pilosos, caracterizada pela perda localizada ou difusa de cabelos ou pelos, sem que ocorra destruição ou atrofia dos folículos, motivo pelo qual pode ser reversível. A etiologia da doença ainda não é completamente conhecida, embora já se saiba que é necessária uma soma entre componente genético e fatores externos para que se manifeste. Mesmo não existindo dados estatísticos precisos, estima-se que cerca de 1,7% da população apresente, pelo menos, um episódio de AA durante a vida, segundo artigo de revisão feito pelo dermatologista Evandro Rivitti, em 2005. Apesar de não oferecer risco de vida ou afetar o funcionamento dos órgãos vitais, a doença pode causar grandes danos emocionais e psicológicos pela mudança repentina na aparência das pessoas, sendo muitas vezes tratada de maneira conjunta por dermatologistas, psiquiatras e psicólogos.

O livro se mostra relevante por trazer assuntos relacionados a uma doença que, embora não seja considerada rara, é pouco conhecida e divulgada na mídia, o que causa preconceitos e, muitas vezes, a propagação de informações erradas e enganosas. Com ele, objetiva-se informar e esclarecer as pessoas em relação à doença, contribuindo para a conscientização e a redução de preconceitos.

A obra foi editada pela Editora Paulinas, possui cerca de 168 páginas e está disponível por R$ 26,20 nos links www.paulinas.org.br/loja/era-uma-vez-um-cabelo e www.livrariacultura.com.br/p/livros/medicina/era-uma-vez-um-cabelo-46490548, e também nas Livrarias Paulinas em todo o país. A seção de lançamento oficial do livro será neste sábado (08), a partir das 11 horas da manhã, na Livraria Paulinas (Rua Domingos de Morais, 660), em frente à estação Ana Rosa, bairro Vila Mariana, na cidade de São Paulo (SP).
“Era Uma Vez Um Cabelo: Alopecia Areata Em Histórias Reais” surgiu no último ano da faculdade das autoras, quando começaram o projeto do TCC. E porventura, como Beatriz, é portadora da doença desde 2008, percebeu a falta de livros em português que abordasse o assunto, com linguagem acessível, voltada principalmente aos pacientes. Ela e a colega Andressa, decidiram, então, produzir juntas um livro-reportagem sobre o tema, com o objetivo de informar e esclarecer as pessoas em relação a essa doença.

Beatriz Santos tem 25 anos, é jornalista e mora em São Paulo (SP). Estudou Jornalismo na Puc-Campinas e cursou pós-graduação em Design Editorial no Senac Lapa Scipião. Atualmente trabalha com edição de livros, em sua recém-criada editora, a Traçado Editorial. Andressa Pedras tem 23 anos e mora em Sumaré (SP). É formada em Jornalismo e, atualmente trabalha como assessora de imprensa e Social Media Freelancer.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros

Publicidade/Livraria Parceira