Home » , , , , , , , , » Grupo de artistas e escritores independentes promove evento mensal para fomentar a cultura em Contagem (MG)

Grupo de artistas e escritores independentes promove evento mensal para fomentar a cultura em Contagem (MG)

Por: J. B. Novare Em: 21/04/2017

Realizado mensalmente, com data divulgada através da fanpage do grupo no Facebook, o “Sarau Cerveja e Literatura” é um evento literário organizado pela Cia Boemia Literária na cidade de Contagem (MG). Este mês a data escolhida foi o dia 22 de abril (sábado), a partir das 20:30 horas na Cervejaria Roptimus, na Avenida Pedro Olímpio da Fonseca, nº 208, no bairro Santa Cruz.

O “Sarau Cerveja e Literatura” é um evento que tem a função de fomentar a arte na cidade, suprindo o vaco cultural deixado pela falta de políticas públicas na cultura municipal e no fomento à literatura, assim desconstruindo a imagem de que Contagem ainda é uma cidade sem rotas culturais, fazendo com que os artistas deixem de buscar refúgio financeiro na capital.

Com o apoio da Cervejaria Roptimus e do Apoema Sarau Livre (espaço voltado à voz de poetas e qualquer um que deseja ou precisa se expressar), os organizadores convidam artistas independentes, escritores, e qualquer pessoa que aprecie uma boa cerveja e arte. A entrada custa o preço simbólico de R$ 3,00 reais, para custear alguns gastos.

A Cia Boemia Literária, é um grupo de artistas e escritores independentes da cidade de Contagem, no estado de Minas Gerais. Fundada com o intuito de fomentar a cultura na cidade e região metropolitana, e auxiliar na publicação de livros de artistas independentes da cidade. A iniciativa começou depois de vários debates sobre a política cultural da cidade, que é quase inexistente. E diante das dificuldades enfrentadas por um autor iniciante para publicar suas obras, ou lidar com as editoras, que na maioria das vezes colocam seus exemplares no estoque, para usar a desculpa de que ele não comprou o suficiente para venda. E somando o desemprego, a necessidade de dinheiro, o ativismo político na cultura e o material artístico parado, nasceu a Cia Boemia Literária. “Ao contrario do que diz o senso comum, nós acreditamos na arte como oficio, e acreditamos que o nosso trabalho e de muitos outros tem potencial e merece ser mostrado ao publico”, diz um dos organizadores. A companhia hoje é composta por quatro pessoas: Gabriel Vinicius S. Duarte (ator, escritor, poeta e roteirista), Gabriel Rodrigues (músico, compositor e poeta), Lavinia Antônia Botelho (desenhista, pintora e escritora) e Rafael Fernandes dos Anjos (estudante de design, desenhista e escritor de prosas).

O projeto surgiu quando os organizadores ainda estavam no Ensino Médio. Eles eram membros do Grêmio Estudantil da Escola Estadual Helena Guerra e organizavam saraus na escola, inspirados pela iniciativa do “Apoema Sarau Livre”, do qual Gabriel Vinicius e Lavínia Antônia também faziam parte. Ao trazerem as demandas da cultura para dentro da escola, e ao conviver com os ativistas culturais do FPC (Fórum Popular de Cultura), espalhou-se a formação política na área cultural que havia sido nutrida. Após o Ensino Médio, os quatro estavam desempregados, e atolados com material artístico para desenvolver, diante dessa demanda, decidiram criar a “Cia Boemia Literária” para fomentar a cultura e expor os seus trabalhos e os de outros artistas independentes. Atualmente eles vendem livretos com poesias e ilustrações autorais do grupo nos bares da cidade e da região metropolitana, criaram o “Sarau Cerveja & Literatura”, e estão participando da criação do Festival de Cultura Independente de Contagem.

Gabriel Vinicius S. Duarte é natural da cidade de Contagem (MG). Filho de mãe solteira desenvolveu o gosto pelo teatro e pela leitura ainda quando pequeno, pois enquanto sua mãe o levava ao teatro sempre que podia, seu avô estimulava nele a curiosidade pelos livros e pela política. Gabriel fundou e foi presidente do Grêmio Estudantil da Escola Estadual Helena Guerra, onde introduziu o Sarau HG, que ocorre até hoje periodicamente em cada fim de bimestre escolar. Gabriel também apresenta o “Apoema Sarau Livre”, e faz parte do FPC onde discute politicas culturais para o município e ações públicas.

Gabriel Rodrigues Moreira é natural da cidade de Itabirito (MG). Interessou-se por música desde que se entende por gente, mas só quando veio para Contagem, aos 12 anos, que ele começou a estudar violão de forma autodidata, e aos 15 anos descobriu que queria seguir carreira como músico e compositor, estudando canto e violão popular. Sua sensibilidade com a literatura passou despercebida até começar a se envolver em saraus na escola em que estudava. Gabriel passou a conhecer os escritores e poetas independentes da área em que morava, interessando-se pela literatura e começando a escrever textos autorais. Hoje atua como músico e escritor na cidade de Contagem, e é um dos fundadores e escritores da Cia Boemia Literária.

Os organizadores ainda não chegaram a publicar nenhum livro, mas estão trabalhando com o livreto “Manifesto Pelo Direito A Poesia” impresso de forma manual, para levantar o capital necessário para futuras publicações. Os dois já entraram em contato com Jessé Duarte, da Editora Quicelê, para publicar o primeiro livro de poesias de um dos membros da Companhia, intitulado “A Poesia Não É Um Direito Obsoleto”.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros

Publicidade/Livraria Parceira