Home » , , , , , » “Amores Virados Pra Cá” marca estreia da editora Lago de Histórias, no segmento de livros adultos

“Amores Virados Pra Cá” marca estreia da editora Lago de Histórias, no segmento de livros adultos

Por: Bookeiro Publish Em: 21/11/2019

A editora carioca Lago de Histórias, popular por seus livros infantojuvenis, acaba de lançar o selo Lago Baikal, voltado para publicações para o público adulto. O título de estreia é o livro de crônicas “Amores Virados Pra Cá”, da fundadora e editora chefa Helena Lima, em parceria com a escritora Isabelle Borges. Na obra, as autoras, que viveram muitas experiências literárias juntas, nos mostram a trajetória do processo de descoberta e amadurecimento da escrita. O lançamento e sessão de autógrafos acontecerá na Livraria Blooks (Praia de Botafogo, 316), no próximo dia 29 de novembro a partir das 19 horas.

Era uma vez um lago, transbordando de histórias. Mergulhado nele, uma pedagoga cheia de sonhos e, coragem. Helena Lima abriu mão das salas de aula, onde esteve por 20 anos, para se aventurar e vencer no mercado editorial. 13 livros, entre eles títulos reconhecidos e premiados nacional e internacionalmente, e três anos depois, a Editora Lago de Histórias, especializada em infantojuvenis, mergulha mais fundo e inaugura seu selo adulto: o Lago Baikal.

O nome Lago Baikal surgiu a partir de uma pesquisa feita por Helena: “Será que existe o maior ou mais profundo lago do mundo?” E a resposta está na Sibéria, no Baikal, um lago que passa o inverno congelado e representa 20 % da água doce do planeta, além de ser um berçário de biodiversidade. Segundo a editora, se o selo dirige-se a leitores mais experientes e com maior possibilidade de profundidades na leitura, a analogia parece perfeita. A editora espera publicar obras de qualidade literária que possibilitem mergulhos profundos, além de oportunizar a publicação de autores talentosos que encontram dificuldade de ter um espaço no mercado editorial.

O livro “Amores Virados Pra Cá” mostra a trajetória do processo de descoberta e amadurecimento da escrita das duas autoras, que viveram muitas experiências literárias juntas. O leitor encontrará uma reunião de textos orientados pelos desejos, seja quais forem, que viram e reviram amores, na condução de quatro mãos, mas uma só direção. “Esperamos que o livro possa remexer as pessoas por dentro. Tocar seus corações, promover reflexões profundas e rever a própria vida a partir de um despertar para a poética do cotidiano”, destaca Helena Lima.

“Quem escreve, não o faz para acertar alvos, mas para tocar a sensibilidade do outro. Amores Virados Pra Cá é mais que oportuno como livro de estreia, à medida que fala de desejo. A produção literária da Lago vem se expandindo, assim como acontece com a editora. Mas é preciso clarificar para o público leitor que há um selo particularmente dirigido aos adultos”, cita a editora do Baikal.

Helena Lima é pedagoga, escritora, editora e fundadora da Editora Lago de Histórias. Atuou como professora do Ensino Fundamental por mais de 20 anos. Autora de “Mais felizes do que sempre”, “Bia Sem Pressa”, “Os Medos da Bel”, “Soldado” (acervo básico da FNLIJ e aprovado no PNLD Literário), “Olga” (terceiro lugar na Biblioteca Nacional e acervo básico FNLIJ), “Grande ou Pequena?”, “Vicky”, “A Moça Artista do Topo do Morro” (aprovado no PNLD Literário) e “Contos de Encantar O Céu” (catálogo de Bolonha 2019), livros para pessoas de 1 a 100 anos, aproximadamente. Dirige a Casa Cultural Lago de Histórias, onde acontecem oficinas de escrita criativa, oficinas de ilustração, visitas literárias para alunos de escolas das redes pública e particular, e contação de histórias. A casa também realiza lançamentos de livros, encontros de escritores e saraus. “Amores Virados Pra Cá” é seu primeiro livro para o público adulto.

Isabelle Borges é escritora, educadora e comunicadora de uma vida mais leve e criativa. Formada em licenciatura e mestre em Psicologia do Desenvolvimento Humano, foi professora de grandes instituições federais, já trabalhou formando educadores, crianças e jovens em todo o país. É fundadora da POAMA - uma escola de memórias itinerante que surge para repensar a escrita, os diálogos, a comunicação e o ato de habitar o mundo. É criadora do método S.E.N.T.I.R, processo que acredita na capacidade dos sentidos e de se perceber no mundo para o encontro com as inúmeras possibilidades de criar e escrever. Autora na Antologia “No Fundo de Doze Histórias Corre Um Rio”, dos livros infantis “Bilica Chorona” e “Meu Mundo Deitado Na Grama”, e da peça de teatro e curta metragem “Enquanto Estamos Juntos”.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros