Home » , , , , , , , » Em livro biográfico, jornalista baiana Joselia Aguiar faz perfil detalhado da vida do escritor Jorge Amado

Em livro biográfico, jornalista baiana Joselia Aguiar faz perfil detalhado da vida do escritor Jorge Amado

Por: Bookeiro Publish Em: 27/12/2018

O escritor baiano Jorge Amado (1912-2001), um dos autores mais populares do país, tem biografia escrita com perfil detalhado da sua vida e das suas transformações em obra da jornalista Joselia Aguiar. Já lançado este mês em São Paulo, o livro “Jorge Amado: Uma Biografia”, publicado pela Editora Todavia com 640 páginas, é o resultado de uma pesquisa que durou cerca de sete anos para ser concluída, cujo início foi em 2011. A ideia era que o livro fosse lançado no ano seguinte, em comemoração ao centenário de nascimento do escritor. No livro a jornalista faz um recorte amplo da vida do biografado e retraça um panorama da vida literária nacional.

Com acesso exclusivo a documentos de família e cartas de parentes, amigos e outros escritores, além de exaustivas entrevistas e pesquisas no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos, o livro retraça a história de um dos mais populares escritores do século XX. Um homem que, saído da Bahia, tornou-se cidadão do mundo, amigo de personalidades como Sartre e Saramago, traduzido para dezenas de idiomas.

O livro também se dedica a desmitificar pontos polêmicos da biografia do escritor, como a versão, espalhada por seus críticos, de que seu sucesso internacional se devia principalmente a suas ligações com a União Soviética. Sua fase mais popular, iniciada com Gabriela, marca justamente seu afastamento do “realismo socialista” estético. A obra também consegue apresentar elementos novos para a vida de um autor que escreveu muito sobre si mesmo, incluindo extenso livro de memórias.

“Comecei a pesquisar e descobri que havia muita coisa que eu não sabia sobre ele. Ele assinava um serviço de clipping desde os anos 1950 com notícias sobre ele, talvez tenha sido o primeiro escritor brasileiro a fazer isso. São pastas e pastas com a recepção de cada livro. E havia a parte política, sobre a qual muita coisa não estava à disposição”, relembra Joselia.

Jorge Leal Amado de Faria nasceu no dia 10 de agosto de 1912, no distrito de Ferradas, município de Itabuna (BA). Foi um dos autores mais populares do país, e um dos poucos escritores brasileiros a viver exclusivamente de seus livros. Atuou na política como deputado comunista caçado, e foi um viajante incansável traduzido em dezenas de idiomas. Filho de um coronel nordestino de menor projeção política, Amado formou-se em Direito muito por pressão dos pais, mas não chegou a exercer a profissão. Mergulhou, em vez disso, na literatura. Irrompeu na cena literária brasileira muito jovem e já era um autor renomado e com quatro livros publicados aos 23 anos de idade. Dentre as suas principais obras estão: “Gabriela Cravo e Canela” (1958), “Dona Flor e Seus Dois Maridos” (1966) e “Tieta do Agreste” (1977). Muitos dos seus livros tornaram-se novelas e filmes de grande sucesso na TV e no cinema. Jorge Amado faleceu no dia 6 de agosto de 2001 em Salvador (BA), aos 89 anos.

Joselia Aguiar nasceu em Salvador, na Bahia, em 1978. Jornalista, é mestre em história pela Universidade de São Paulo. Trabalhou na Folha de S.Paulo e foi curadora da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) nas edições de 2017 e 2018.

“Escolhi biografar o escritor Jorge Amado, e como sua vida e obra estão entrelaçadas. E escolhi também colocar essa pessoa dentro de uma história literária e política brasileira. Não vou substituir as memórias dele ou da Zélia, mas acho que consigo fazer uma linha de tempo mais fechada, uma cronologia mais consolidada”, justifica a autora. O seu livro “Jorge Amado: Uma Biografia”, já está à venda nas principais livrarias físicas e online do país. Pela Livraria da Travessa, a obra custa R$ 67,12 (http://compre.vc/v2/3610060ab7f).

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros