Home » , , , , , , » Romance histórico, do escritor José Huguenin, homenageia a obra “Os Sertões”, de Euclides da Cunha

Romance histórico, do escritor José Huguenin, homenageia a obra “Os Sertões”, de Euclides da Cunha

Por: Bookeiro Publish Em: 18/11/2018

O professor universitário José Huguenin cria em “O Vaqueiro e O Jornalista”, seu primeiro romance, uma história que tem por eixo o encontro dramático de um certo vaqueiro com um jornalista no árido sertão durante a Guerra de Canudos. Neste romance histórico, que sai pela Editora Penalux, o autor dramatiza eventos narrados em “Os Sertões”, buscando dar vida e identidade ao sofrimento e abandono denunciado na obra euclidiana. O livro tem lançamento previsto para o dia 6 de dezembro em Volta Redonda (RJ).

Na narração, o vaqueiro vai para Canudos com a família guiado pelas profecias de Antônio Conselheiro, e também como fuga às injustiças do coronelato. Já o outro personagem-chave desta trama, o jornalista republicano, vai para Canudos para observar a guerra em curso, acreditando se tratar de um levante monarquista. A narrativa tem como ambiente um dos momentos históricos mais dramáticos do país. O positivismo republicano na figura do jornalista depara-se com a força e sabedoria desassombrada do sertanejo, na figura do vaqueiro. O jornalista encarna as vivências de Euclides da Cunha durante a guerra, personificando-as, através de referências indiretas e diretas às constatações de “Os sertões”.

A narrativa lança mais luz sobre o outro lado do confronto, tendo em vista que na obra de Euclides da Cunha o ponto de vista é mais externo à Canudos, dando mais detalhes aos preparativos do exército. Pelo enredo criado por Huguenin o leitor acompanha a saga de uma família sertaneja na Guerra de Canudos ao passo em que se depara com os embates do jornalista destinado à cobertura do evento, em constante crise com sua própria consciência ante à guerra apresentada.

Nas palavras da escritora Paola Mariz, que assina a orelha, o autor José Huguenin “faz das forças que duelam em Canudos o tema de seu primeiro romance. Corajoso, não se intimidou com Os Sertões, de Euclides da Cunha, mas se inspirou na obra-prima do conterrâneo para fazer, com isso, uma homenagem ao grande autor do livro vingador. O vaqueiro e o jornalista dói e emociona: o desfecho não pode ser diferente, mas torcemos o tempo todo por outro fim, talvez aquele em que todos ganhassem...”.

“Minha história revisita o tema de Canudos e, em certa medida, dialoga com o clássico de Euclides da Cunha”, diz Huguenim em referência ao livro Os Sertões.  “Vale lembrar que em 2019 completam 110 anos da morte de Euclides. O autor será o homenageado da próxima edição da FLIP”, destaca o escritor.

Natural de Santa Rita da Floresta, Cantagalo (RJ), José Huguenin é doutor em Física e professor universitário em Volta Redonda (RJ), onde mora. Euclidianista de nascença, participou como estudante de várias edições da Semana Euclidiana, em São José do Rio Pardo (SP), berço de estudos sobre vida e obra de Euclides da Cunha. Laureado em vários prêmios literários, tem publicado livros de poesias (Vintém e Experimentos poéticos), crônicas (De manga a jiló provei...) e contos (A parede & outros contos). Este é seu primeiro romance. É membro da Academia Volta-redondense de Letras.

Outros lançamentos e sessões de autógrafos do livro “O Vaqueiro e O Jornalista” estão previstos para o dia 21 de dezembro na Casa de Euclides da Cunha, em Cantagalo, também no Rio, e no dia 22, em Santa Rita da Floresta, 2º distrito de Cantagalo, na Biblioteca Municipal. A obra possui 172 páginas e estará à venda por R$ 38,00 pelo site da editora (http://editorapenalux.com.br/loja).

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros