Home » , , , , » Historiadora fluminense publica dissertação com a trajetória da índia caiapó Damiana da Cunha

Historiadora fluminense publica dissertação com a trajetória da índia caiapó Damiana da Cunha

Por: J. B. Novare Em: 06/06/2018

Fruto da sua dissertação de mestrado, o livro “Damiana da Cunha: Uma Índia Entre A Sombra da Cruz e Os Caiapós do Sertão (Goiás, c.1780-1831)” é a primeira obra publicada da historiadora fluminense Suelen Siqueira Julio. O livro concentra-se na vida de uma indígena, aborda várias questões sobre relações coloniais, étnicas e de gênero através do caso da caiapó Damiana da Cunha, e chama a atenção de acadêmicos ou não, interessados em história indígena e de gênero. Publicada pela EdUFF com 165 páginas, a obra será lançada no dia 20 de junho na Livraria da Travessa, do Botafogo, no Rio de Janeiro/RJ.

O livro aborda a trajetória da caiapó Damiana da Cunha. Damiana viveu na região de Goiás (c. 1779-1831), onde se moveu com sucesso entre o mundo luso-brasileiro e os caiapós. Era neta de um cacique, afilhada de um governador, fluente nos códigos da sociedade envolvente e habitante de uma região onde os colonizadores não estavam consolidados. Desse modo, Damiana da Cunha reuniu em si todas as condições para alcançar um papel de destaque, tornando-se uma importante liderança indígena.

O lançamento oficial do livro será no dia 20 de junho a partir das 19 horas na Livraria da Travessa (Rua Voluntários da Pátria, 97 – Botafogo). Ainda sem data agendada, a autora planeja fazer dois eventos de divulgação da obra no bairro onde foi criada, Jardim Catarina, em São Gonçalo: um na escola onde estudou durante o Ensino Médio (Colégio Estadual Trasilbo Filgueiras) e outro na Biblioteca Comunitária do bairro. Também haverá, em julho, um evento no colégio onde atualmente leciona (Colégio Pedro II - Campus São Cristóvão II). O livro já se encontra à venda desde maio na Eduff e pode ser adquirido por R$ 29,00 (impresso) pelo link https://bit.ly/2xO1TKe.

Suelen Siqueira Julio é Bacharel e Licenciada em História, Mestra e Doutoranda em História Moderna pela Universidade Federal Fluminense (UFF). É professora de História no Colégio Pedro II. Atualmente mora na cidade do Rio de Janeiro/RJ, mas nasceu e foi criada na cidade de São Gonçalo, interior do estado, onde estudou a vida inteira em escolas estaduais. Atualmente estuda mulheres indígenas na capitania do Rio de Janeiro e faz parte do movimento negro, atuando no coletivo Minervino de Oliveira e na Organização Comunitária Nós Por Nós. Em 2014, foi contemplada no 9º Prêmio Cnpq Construindo a Igualdade de Gênero, apresentando um artigo sobre a Damiana.

“Devo à minha orientadora Elisa Frühauf Garcia (UFF), tanto a minha chegada ao tema quanto a iniciativa de participar de um edital de publicação da Eduff. Procurando um tema para pesquisar no mestrado, fui apresentada à Damiana por Elisa Garcia, através de um artigo da historiadora Mary Karasch. Busquei mais informações e vi que era não só possível quanto interessantíssimo fazer um estudo mais aprofundado sobre essa personagem”, diz ela sobre a obra.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros