Home » , , , , , » “As Cinzas de Altivez”, primeiro romance de Juliana Feliz, será lançado em maio em Campo Grande

“As Cinzas de Altivez”, primeiro romance de Juliana Feliz, será lançado em maio em Campo Grande

Por: J. B. Novare Em: 22/03/2018

O romance de fantasia “As Cinzas de Altivez” é o mais novo livro da autora paulistana Juliana Feliz. A obra é uma publicação independente e traz a protagonista investigando o desaparecimento de uma estudante, mas que acaba sendo atraída por um professor que mudará seu pretexto. O lançamento do livro está previsto para o dia 18 de maio de 2018, às 20 horas, na Fran's Café (Rua Marechal Rondon, 2.453) em Campo Grande/MS. A pré-venda do livro já está disponível no site oficial da obra, com brinde exclusivo e envio para todo o Brasil.

No romance, Ariadne Ventura é uma jovem de 18 anos que vive em Miraluz, o vilarejo de Ordália onde a névoa é eterna. Ao investigar o desaparecimento de Corina Sanchez, uma antiga aluna do Educandário Lucidez, a protagonista chama a atenção do professor Richard Expósito, que mudará sua jornada depois de um encontro secreto. Em uma sociedade campestre, militarizada e autoritária, em que a “Ordem de Verus” tem poder absoluto, a atmosfera de mistério do enredo captura o leitor para o desfecho de uma trama repleta de fantasia e aventura.

Sobre o projeto do livro, Juliana destaca: “As ideias foram diversas, com inspiração na Península Ibérica e experiências pessoais. O que me motivou foi exatamente o desejo de diversificar a produção textual e sair da produção de textos jornalísticos, a ideia era produzir exatamente o contrário, como vivência e estudo”.

Juliana Feliz, nascida em São Paulo/SP em 1977, é mestre em Estudos de
Linguagens - Linguística e Semiótica (UFMS), especialista em Imagem e Som (UFMS), bacharel em Comunicação Social - Jornalismo (UFMS) e licenciada em Letras - Língua Portuguesa e Literaturas (UNESA). Vive em Campo Grande, capital do estado do Mato Grosso do Sul desde 1991, onde atua como professora universitária em cursos de graduação e pós-graduação na área de Comunicação. Ao longo de sua carreira, dedicou-se também ao trabalho em agências de notícia e assessorias de imprensa.

Em 2015, Juliana lançou seu primeiro livro com o título “O Sapateiro Descalço”, que conta a trajetória da família Altounian, que fuge do genocídio armênio e se fixa no Brasil. Em 2017, a autora escreveu o livro comemorativo “Celeiro de Fartura”, que conta os 40 anos da Famasul - Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul. O romance “As Cinzas de Altivez” é a sua primeira obra de ficção e  voltada ao público jovem-adulto.

“Escrevo desde criança, lembro-me de aos 10 anos já produzir contos nas aulas de redação da escola, mas durante o período da faculdade de Jornalismo, e mesmo depois profissionalmente, fiquei voltada para os textos do gênero jornalístico. Somente depois de cursar a segunda graduação em Letras que comecei a estudar a produção ficcional, as narrativas literárias”, diz a autora. O livro “As Cinzas de Altivez” é o seu primeiro trabalho no gênero e levou dois anos para ser escrito.

Para contato com a autora, saber mais sobre a obra ou adquirir um exemplar, que está em média por R$ 39,00, basta conferir os links no Facebook (www.fb.com/ascinzasdealtivez), Instagram (www.instagram.com/ascinzasdealtivez), e no site oficial (www.ascinzasdealtivez.com.br), ou pelo e-mail ascinzasdealtivez@gmail.com.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros