Home » , , , , » Vencedor de prêmios consagrados, autor paulista Tiago Feijó, lança o romance “Diário da Casa Arruinada”

Vencedor de prêmios consagrados, autor paulista Tiago Feijó, lança o romance “Diário da Casa Arruinada”

Por: Blog Bookeiro Em: 03/12/2017

“Diário da Casa Arruinada”, é o primeiro romance do escritor paulista Tiago Feijó, e engendra um forte cenário psicológico, tendo a casa como um local de derrocada e desmantelamento. O livro é uma publicação da Editora Penalux, com cerca de 168 páginas e está por R$ 38,00 na loja online da editora (http://bit.ly/diario_casa_arruinada_leia).

Em formato de diário (estruturado, portanto, de forma linear de tempo e espaço) o livro nos traz como personagem principal Quim, um escritor frustrado que, além de registrar dia a dia o desafio de largar o vício do cigarro, usa a escrita como instrumento de investigação para seus traumas e conflitos conjugais, conduzindo a trama num desenrolar de lembranças e vivências permeadas de linguagem poética e reflexões filosóficas.

“A linha que me guiou é de um homem que não quer ver o que está diante de si. O personagem precisa da escrita, pois essa vai lhe revelar coisas que não consegue ver sozinho. Ou não quer ver”, argumenta Feijó Sobre o enredo. E, de fato o protagonista da história, confirma isso - em meio a uma crise matrimonial, que o abala tanto ou mais que a privação do cigarro, ele registra: “Quero crer que escrevo para mim a minha própria vida, mas não estarei eu escrevendo para os outros a vida de outra pessoa?”

Conforme a narrativa avança, o leitor vai encontrando na escrita de Tiago Feijó muitas referências literárias e intertextualidade com Machado de Assis, Manuel Bandeira, Drummond, Homero e outros grandes escritores. A narrativa também traz pérolas como esta: “(...) descobri que o mundo é mesmo muito grande, mas que o homem é maior. E é tão grande o homem, que às vezes encontra dentro de si lugares que são só penumbras e perigos”.

A história fisga logo o leitor, que é guiado para um desfecho cujo teor horripilante contrasta com a brandura do caminho. Os meandros da convivência, os silêncios da vida conjugal, os fotogramas da derrocada e a perda do romantismo são elementos de identificação e que fazem deste livro um bom percurso sobre a natureza dos casais.

Tiago Feijó tem 34 anos, nasceu em Fortaleza (CE) e cresceu em Guaratinguetá, no interior de São Paulo. É formado em Letras clássicas pela Unesp (Universidade Estadual Paulista), e atua como professor na rede pública de ensino. O autor é apontado com uma grande promessa literária no cenário nacional. Já ganhou vários prêmios literários, entre eles o aclamado Prêmio Ideal Clube de Literatura, que lhe conferiu a publicação do livro "Insolitudes", em 2015, obra de estreia que reúne os contos premiados do autor. Em 2016 venceu o Prêmio Bunkyo “Livro do Ano”, e recentemente, em outubro, também ganhou o prêmio Sesc/DF de Contos “Machados de Assis”.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros