Home » , , , » “Segredos da Fênix” é o primeiro livro publicado no Brasil do poeta e escritor espanhol Saturnino Valladares

“Segredos da Fênix” é o primeiro livro publicado no Brasil do poeta e escritor espanhol Saturnino Valladares

Por: J. B. Novare Em: 17/07/2017

Já publicado em outros países, “Segredos da Fênix” é um livro de poesia erótico-amorosa e o quarto escrito pelo autor espanhol Saturnino Valladares. A obra será lançada no Brasil no próximo dia 25 de julho (Dia do Escritor). A sessão de apresentação do livro ocorrerá no SESC Amazonas (Rua Henrique Martins, XX, Centro), às 20 horas em Manaus - AM. O livro é uma publicação bilíngue (espanhol/português) promovida pela Editora Valer (Brasil), e com tradução de Luana Ferreira Rodrigues.

“Segredos da Fênix”, traz uma série de poemas curtos, que formam, segundo o autor “um único poema”. Os fragmentos poéticos da obra nasceram no Rio de Janeiro uma década antes. Em Galiza formaram seu ninho e, desde ali, deslocaram-se crescendo às Filipinas, Índia, Colômbia, Cuba, Quênia, Nicarágua, Dinamarca, Escócia, Portugal, Inglaterra e alguns outros lugares. “No entanto, o Fénix teve que voltar ao Brasil, à Salvador da Bahia, para cumprir seu ciclo vital, para morrer e ressurgir de suas cinzas. Eram os anos de 2007 e 2008. Portanto, Segredos da Fênix é o mais brasileiro dos meus quatro livros de poemas publicados até agora. E para mim, é uma enorme satisfação me apresentar aos leitores deste país, que adoro e sinto como próprio”, declara Saturnino.

O livro foi publicado pela primeira vez em 2010 pela editora espanhola Celya. E nesta nova edição que será lançada no Brasil, a Editora Valer ficou com os direitos da publicação no país. A obra possui cerca de 108 páginas e está à venda por R$ 30,00 em livrarias e Banco do Largo de São Francisco, em Manaus.

“Eu me servi da ave Fênix como símbolo do erotismo, por sua capacidade de atravessar a morte como um período de transição para voltar à vida. Desde esta particular visão, o encontro amoroso converte-se num ciclo único e inquebrantável, onde miradas, carícias e clímax confundem princípio e fim em si mesmos, isto é, não existe o fim, nem a finalidade, unicamente a transição para uma nova fase amorosa”, diz o autor.

Saturnino Valladares, é um autor e poeta espanhol nascido em 1978. É Doutor “Cum Laude” em Literatura pela Universidade de Santiago de Compostela (Espanha) e trabalha como professor efetivo no curso de Língua e Literatura Espanhola da Universidade Federal do Amazonas (Brasil). Já publicou outros quatro livros de poesia: “Las Almendras Amargas”; “Cenizas”, “Secretos Del Fénix”; e “Los Días Azules”. Além de diversos artigos de crítica literária e reportagens fotográficas, principalmente, na Espanha e Brasil, e também produziu trabalhos na Argentina e Cazaquistão.

Sua tese de doutorado, “Retrato De Grupo Com Figura Ausente”, ganhou o Concurso da Deputación Provincial de Ourense 2016, na Espanha, e será publicada este ano. Sua poesia foi selecionada para fazer parte de várias antologias internacionais, como Amour Fou. Ebrio Desván De Amores Locos (Pigmalión, 2016), coordenada por Antonino Nieto Rodríguez, que inclui a autores espanhóis e hispano-americanos, e Poiesis Hispanoamericana: Recopilación Poética Hispanoamericana (Editorial Río Negro, Perú, 2012). Ganhou o Concurso Literário "Ánxel Fole de Relato 2008" em língua espanhola, com o conto “Mujeres Para Entretener A Un Preso”.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros

Publicidade/Livraria Parceira