Home » , , , , » Novo livro das autoras Livia Marques e Ellen Moraes aborda o racismo pelo viés da psicologia

Novo livro das autoras Livia Marques e Ellen Moraes aborda o racismo pelo viés da psicologia

Por: Bookeiro Publish Em: 18/11/2019

Abordar e refletir sobre o racismo no Brasil através de uma perspectiva psicológica. Essa é a proposta do livro “A Psicologia e A Essência da Negritude”, de autoria das psicólogas Livia Marques e Ellen Moraes, e publicado pela Conquista Editora com cerca de 110 páginas. Com temas delicados da população negra, que são pouco discutidos e normalizados pela sociedade, a obra objetiva promover um diálogo e instigar o leitor à reflexão.

O livro relata fatos reais de sofrimentos psicológicos de pacientes e pessoas que se disponibilizaram a prestar seus depoimentos, além de trazer também depoimento das autoras, o que lhes permitiu conhecer um pouco mais sobre as próprias histórias, onde tiveram a oportunidade de refutar alguns mitos e desconstruir algumas crenças enraizadas.

O livro traz também a ideia de tornar o assunto mais próximo da sociedade, mostrando que há profissionais interessados, engajados e preparados para ouvir, principalmente, aqueles que sofrem com isso. Os exemplares da obra estão por R$ 32,32 pelo site da Livraria da Travessa (www.travessa.com.br).

“Esperamos que no decorrer dessas páginas você tenha enxergado além dos problemas mencionados, podendo contemplar as inúmeras possibilidades que nos permeiam e que, por diversas razões, antes não se podia enxergar e, mais do que isso, esperamos que compreenda o quanto isso é importante, enquanto não mantenedor de estruturas raciais enraizadas e excludentes que nossa sociedade atual ainda nos impõe. E, além disso, dizer: é possível!”, destaca as autoras.

Para as autoras, a obra traz para o leitor uma abordagem psicológica de forma “descolonizada” sobre o racismo no país. “Falamos da infância, da adolescência e do ‘tornar-se negro’ sem rodeios e apontamentos. Queremos abrir um canal de comunicação para sociedade antirracista e mais disposta para dialogar”, comenta Livia.

“Esperamos poder ajudar e incentivar cada vez mais pessoas a se comunicarem, além de servir de inspiração para as próximas gerações”, comenta Ellen. Para as autoras, as produções de conteúdo estão surgindo. Mas ainda são muito pouco divulgadas. Por isso, a obra surge para lidar com essa problemática que é tão pouco discutida e que merece um olhar atento e sensível.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros