Home » , , , , » Livro “Qualquer coisa é só chamar” aborda com humor as situações adversas de um transplantado

Livro “Qualquer coisa é só chamar” aborda com humor as situações adversas de um transplantado

Por: Bookeiro Publish Em: 18/09/2019

A obra “Qualquer coisa é só chamar: crônicas dos bastidores de um transplante”, do professor universitário e consultor empresarial Raul Azambuja, publicada pela Sinopsys Editora, apresenta trinta e seis crônicas, nas quais o autor narra sua trajetória de enfrentamento diante de uma patologia grave e o seu processo de transplante bilateral de pulmões. Com prefácio do Dr. José Camargo a obra também evidencia a importância da doação de órgãos, bem como explora a percepção dos limites humanos na condição da doença. O livro será lançado às 20 horas do dia 26 de setembro no Núcleo de Atendimento Psicológico - NAP (Av. Cel. Frederico Linck, 1.186 - Rio Branco) em Novo Hamburgo/RS.

A doação de órgãos é uma temática que deve estar presente o ano todo. Contudo, em setembro esse assunto ganha maior destaque por esse mês ser conhecido como “Setembro Verde”, em alusão a doação e transplante de órgãos. Aliás, no primeiro semestre de 2018, segundo o Ministério da Saúde, o país teve 1.765 doadores efetivos de órgãos.

Por meio de crônicas e ilustrações do cartunista e chargista Tacho, o autor aproxima o leitor de sua realidade de transplantado. Aliás, esta obra é uma apologia à vida, como define Azambuja, pois trabalha com questões como a religiosidade, humor e situações cotidianas, que permeiam o processo pelo qual ele vivenciou.

Raul Azambuja (in memoriam) - Leopoldense, manezinho de coração, nascido em 1972. Professor universitário e consultor empresarial, dedicou sua vida para ajudar pessoas e empresas a crescerem. Pai do Guto e marido da Cristina, seus alicerces. Transplantado bilateral de pulmões desde 16 de setembro de 2014. O livro “Qualquer coisa é só chamar” possui 96 páginas e custa R$ 29,00 pelo site da editora (https://www.sinopsyseditora.com.br/livros/qualquer-coisa-e-so-chamar-cronicas-dos-bastidores-de-um-transplante-1700).

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros