Home » , , , , » Livro de contos explora elementos do folclore na figura mística do bode

Livro de contos explora elementos do folclore na figura mística do bode

Por: Bookeiro Publish Em: 18/06/2018

“O Berro do Bode” é o segundo livro da escritora paulista Verena Cavalcante. A obra, lançada pela editora Penalux, reúne contos carregados por elementos simbólicos que flertam com o sagrado feminino, além de tocar em temas como o xamanismo e o animismo. O seu lançamento está marcado para o dia 23 de junho, às 20 horas, no Bar CODA (Rua Presidente Roosevelt, 518, Centro), em Limeira/SP.

A obra trata-se, portanto, de um livro que traz uma literatura pouco recorrente na atual ficção brasileira. Os contos de “O Berro do Bode” flertam com o horror folclórico, os causos de roça, mas também trazem histórias que exploram a fantasia e a sexualidade feminina. Com 80 páginas, o livro está por R$ 34,00 pelo site da editora (https://bit.ly/2M2lE3c).

Neste livro o leitor “não encontrará nem sombra do adocicado dos contos de fadas” - avisa a escritora Nathalie Lourenço no texto que serve de orelha à obra. O que encontrará é “o arrepio de quem escuta uma história à beira do fogo com olhos febris. Contos que parecem ter sido passados de boca em boca, até serem capturados vivos dentro de um livro. Histórias à espreita no mato, espiando por entre frestas [...] A linguagem de Verena Cavalcante fere, descreve imagens que são agulhas enfiadas por debaixo da unha, fazendo você prender o fôlego e desviar os olhos - mas sempre, sempre acabar voltando para ler a próxima linha. Mesmo arranhando. Mesmo doendo”.

“Os textos transitam por situações primitivas e refletem sobre nossa relação com o selvagem”, adianta a contista. “É um livro em que busco uma abordagem próxima à tradição da literatura oral, de modo que os leitores possam sentir nos meus contos algo dos causos de interior, das lendas que povoam o imaginário brasileiro”, conclui.

A esse comentário, Verena complementa: “Quero com esta temática despertar no leitor uma lembrança atávica de pertencimento a terra. E também fazê-lo refletir sobre a maternidade e a questão feminina, mas de um modo ancestral, talvez levá-lo a sentir o impulso de ouvir tambores, de sentir-se primal, místico, com ganas de se conectar aos bichos e à natureza”, finaliza.

Verena Cavalcante reside em Limeira-SP, e é formada em Letras (Inglês/Português e suas Literaturas) pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Atualmente, trabalha como revisora de textos, professora de línguas e tradutora. Larva, seu livro de estreia, foi lançado em novembro de 2015 pela Editora Oito e Meio.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros