Home » , , , » Grupo de escritores mirins lança coletânea de histórias, nesta terça, na 11ª Feira do Livro de São Luís

Grupo de escritores mirins lança coletânea de histórias, nesta terça, na 11ª Feira do Livro de São Luís

Por: J. B. Novare Em: 13/11/2017

Composta por histórias escritas por alunos com idade entre 8 e 12 anos, que aprofundam conhecimento no Núcleo de Enriquecimento de Estudantes Com Característica de Altas Habilidades ou Superdotação (NEECAHS), a coletânea “Histórias, Fortunas do Céu”, traz 12 textos selecionados dentro do “Projeto Transformando A em Tagarelar: Tecendo Ideias, Escrevendo Histórias”. O lançamento da coletânea ocorrerá nesta terça-feira, dia 14 de novembro, na 11ª FELIS (Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, na Praia Grande) às 16 horas, em São Luís (MA).

As histórias que compõe a obra são: “O Três Anjinhos Nos Contos de Fadas” (Ana Sophia Martins); “B de Bullying? Nãooo! B de Bailarina” (Cláudia Patrícia Cantanhede), “O Segredo de Donana” (Danielly Cantanhede), “A Escritora Rosinha” (Dayane Baima), “O Pássaro Arco-Iris” (Evelyn de Cássia Passinho), “O Diário da Garota Nerd” (Hemely Farias), “A Menina Que Não Gostava de Ler” (Isabelly dos Santos), “A estrelinha Bel” (Laryssa Rayanne Matos), “Miguel e Suas Rimas Divertidas” (Maykon Abreu), “As Reciclagens de Matheus” (Pedro de Mesquita); “A Menina e As Rosas Encantadas” (Rayane Mendes); e "As aventuras de Mia e João” (Sthefany Lima).

O “Projeto Transformando A em Tagarelar: Tecendo Ideias, Escrevendo Histórias”, mediado pela professora Sharlene Serra, é uma proposta de trabalho que visa enfatizar a leitura de diversos gêneros além de estimular a escrita, enriquecendo e desenvolvendo esta habilidade. Estimula a área verbal - linguística da criança que possui interesse.

A intenção do projeto é formar leitores, e consequentemente escritores. A proposta aproxima os estudantes do universo da leitura, fazendo-os terem contato com os escritores maranhenses, realizando um trabalho comprometido com o incentivo à leitura e produção textual, gerando assim escritores mirins. Para contato e mais informações sobre o projeto, pode se obter pelo telefone (098) 98888-8557 ou pelo e-mail Sharlene.serra@gmail.com, falando com a orifessora e escritora Sharlene Serra, facilitadora do NEECAHS.

O NEECAHS é o núcleo de Enriquecimento para estudantes com Características de Altas Habilidades ou Superdotação, da Secretaria Municipal de Educação de São Luís (MA) coordenado por Sandreliza Mota, conjuntamente com a superintendente de Educação Especial, Dalvina Amorim Ayres.

O núcleo é um local onde o estudante da rede municipal enriquece sua habilidade, imaginação, criatividade e curiosidade de acordo com a área de maior interesse. Nele, o aluno participa de atividades enriquecedoras variadas como pesquisa, projeto de leitura e escrita, construção de histórias, robótica, xadrez, construções de maquetes, artes, técnicas de desenho, desenvolvendo as múltiplas inteligências.

A facilitadora do projeto “Projeto Transformando A em Tagarelar: Tecendo Ideias, Escrevendo Histórias”, Sharlene Serra, é designer, pedagoga e especialista em Educação Inclusiva. E vivencia o universo literário, além de estimular crianças para o universo da leitura e a escrita, tornando-os, escritores. Também é a autora da coleção “Incluir” e do livro “Diário Mágico - Um Segredo Para Contar”, que será relançado no dia 14 no Centro de Criatividade Odylo Costa filho (Cine Praia Grande), às 18 horas, durante a 11ª FeliS.

A 11ª Feira do Livro de São Luís (FeliS) teve início na última sexta-feira (10), no anfiteatro Beto Bittencourt e vai até o dia 19 de novembro em diversos pontos do Centro Histórico de São Luís. A patrona desta edição é a primeira romancista brasileira Maria Firmina dos Reis. No evento serão lançadas 56 obras literárias, sendo 40 de escritores maranhenses, que acontecerão no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho e no Cine Praia Grande.

0 Comentários:

Postar um comentário

pesquisar

Nossos Parceiros